WhatsApp

75 9 9173-8131

Canudos-BA
Médico do Vitória explica áudio em que condena contratação de Carlos Eduardo - Canudos Acontece

Esportes

28/06/2017 às 10h56 - Atualizada em 28/06/2017 às 10h56

Médico do Vitória explica áudio em que condena contratação de Carlos Eduardo

Canudos Acontece
Canudos - BA
FONTE: bahianoticias

Um áudio de apenas 1min34s, gravado via WhatsApp, causou rebuliço nas redes sociais nesta terça-feira (27). Nele, o médico Gilson Meireles, diretor do DM e conselheiro do Vitória, condenou a contratação do meia Carlos Eduardo.  Meireles considera que o jogador está apto, mas acredita que o “joelho pode estourar a qualquer momento”. Ele ainda comparou Carlos com Cleiton Xavier, que tem apresentado exibições abaixo do esperado. "A perícia médica é a fotografia do momento. Realmente, nos testes físicos que a gente submeteu ele, que são protocolos preconizados pela CBF, ele não apresentou nenhuma limitação, não tem nenhuma restrição para atividade em campo. Agora tem o risco aumentado. Quando você classifica como inapto você taxa ele como inativo e incapaz para atividade de campo. Se ele quiser e assim for desejo técnico de ele jogar daqui a uma semana, dez dias, ele teria condições. A ressalva: ele pode estourar o joelho a qualquer momento numa probabilidade maior do que um jogador comum. Eu também não traria. Mas se assim o fluxo e o risco Petkovic [gestor de futebol] a diretoria de futebol e o presidente quer assumir, o problema é deles. Eu não traria. Eu não poderia superestimar ou falsear uma perícia. Entre a gente [médicos do clube] é o Gilson médico também, eu não posso mentir e calar minha própria consciência. Mesmo meu coração, meu sentimento desejar por outro atleta. Seria leviano da minha parte dizer que o atleta é bichado, como não é. Wilson (Vasconcelos, médico do clube) fez os testes. Wilson, que é cirurgião de joelho, disse: 'velho, tá safo aqui'.  Falei com ele de novo e disse: 'tá safo, velho. Vai jogar'. Agora vai ser o Cleiton Xavier 2, acho que não vai render. Vai jogar mas não vai produzir muita coisa. Como é Cleiton Xavier, não frequenta o DM, mas não rende", disse no áudio. Em contato com o Bahia Notícias, Meireles minimizou o áudio. Ele justifica que a opinião da contratação é pessoal e de um torcedor. E não como médico. "O DM aprovou e o fluxo seguiu como foi determinado pela diretoria de futebol e pela presidência. Minha opinião foi como de torcedor e conselheiro. E nesta situação pouco importa a minha opinião. Foi apenas isso", declarou. Carlos Eduardo, de 29, anos, chegou a Toca do Leão na semana passada após passar por uma rigorosa avaliação médica. Ele assinou contrato até o fim desta temporada e deve ser apresentado ainda nesta semana.


 


Publicidades:


  



ESTA MATÉRIA FOI VISTA 4693 VEZES

Comentários

Veja também

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Publicidade

© Copyright 2017 :: Todos os direitos reservados