Segunda, 08 de Março de 2021 06:28
75 9 9173-8131
Creative Projects
Cultura

REFLEXÕES SOBRE A 33ª ROMARIA DE CANUDOS

08/10/2020 10h35
1.063
Por: Allan Matos Fonte: IPMC

Padre  Tiago  Milán  (sócio  fundador  do  IPMC) 

 

TEMA:  Romaria  de  canudos  -  experiência  de  fé,  organização  popular  e  de  resistência  em  tempos de  insegurança  e  medo. 

 

LEMA:  “Tu  vens  a  mim  com  espada    e  lança,  eu  vou  a  ti  em  nome  do  senhor”  (1  Sam.  17,45). 

 

Vigésima  terceira  romaria  de  Canudos.  Trinta  e  três  anos  nos  separam  da  primeira  romaria,  quando esse  rio  de  gente  que  a  cada  ano  aparece  como  se  estivesse  saindo  das  grotas  mais  profundas  da sociedade  sertaneja,  começava  a  percorrer  o  Sertão  Nordestino.  As  Romarias  estão  sendo  um  retrato  da  realidade  que  a  cada  ano  adquire  uma  nova  feição,  mas,  ao  mesmo  tempo,  são  luz  e  força que  servem  de  guia  para  uma  parte  da  sociedade  nordestina.

 

O  tema  desta  33ª  romaria  de  Canudos,  assim  como  o  das  precedentes,  nos  desvela  a  realidade atual.  Estamos  atravessando  um  deserto  de  insegurança  e  medo.  Antes  da  pandemia  que  veio  se instalar  nestes  tempos  medrosos  que  estão  mexendo  com  rotinas  e  formas  de  vida  que  ofereciam falsas  seguranças,  o  povão  empobrecido  e  a  classe  média  que  começava  a se desiludir,  sentiam-se ameaçados  pelo  desemprego  ou  pela  falta  de  oportunidades  de  um  trabalho  seguro,  pela  violência urbana,  pela  omissão    dos  poderes  encarregados  de  fazer  justiça,  pela  falta  de  competência  de  um executivo  perdido  ante  o  rumo  que  vai  tomando  uma  sociedade  em  mudança,  pela  parcialidade  de um legislativo  deixando-se  levar  pela  melhor  oferta  vinda  dos  poderes  factícios.  Sim.    MUITA INSEGURANÇA E MUITO MEDO está sendo  o  clima  deste  tempo. 

 

Por  outro  lado,  as  Romarias  de  Canudos  se  consolidaram  como  uma  experiência  de  fé,  de    organização  popular,  de  resistência    para  uma  sociedade  nordestina  que  pretende  ser  um  agente  ativo, não  apenas  convidado  de  pedra  nestes  tempos  desafi antes  que  estão  gerando  tempos  novos. Quem  participa  das  romarias  de  Canudos  percebe  que  toda  transformação  social  que  quer  ser duradoura,  deve  incluir  os  últimos,  as  organizações  sociais  que  congregam  os  despossuídos,  as minorias  étnicas  e  raciais,  os  grupos  e  coletivos  marginais.  A  sociedade,  todo  observador  imparcial  esta  vendo,  se  constitui  de  baixo  para  cima.  Os  sociólogos  mais  honestos  e  sinceros  não    se cansam  de  repetir  que  a  sociedade  deve  ser  participativa,  inclusiva  e  socialmente  justa.  Para  essa meta  vão  apontando  as  nossas  romarias  de  Canudos.

 

O lema  desta  33ª  romaria  nos  apresenta,  nada  mais  e  nada  menos,    o  caminho  para  chegar  o  topo da  montanha:  a  sociedade  inclusiva,  participativa  e  socialmente  justa.  Frente  àqueles  que  estão vindo  contra  nós  e  armados,  nós  os  enfrentamos  com  o  poder  que  nos  dá  a  nossa  organização,  a nossa  união,  a  nossa  solidariedade,  a  nossa  fé.  Não  num  Deus  que  vai  fazer  milagres  para  mudar a  situação,  e  sim  num  Deus  que  nos  anima  a  abrir  caminhos  para  esse  outro  mundo  que  sim  é possível.

    * O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
    Canudos - BA
    Atualizado às 06h12 - Fonte: Climatempo
    20°
    Poucas nuvens

    Mín. 20° Máx. 36°

    20° Sensação
    7.4 km/h Vento
    91% Umidade do ar
    0% (0mm) Chance de chuva
    Amanhã (09/03)
    Madrugada
    Manhã
    Tarde
    Noite

    Mín. 19° Máx. 35°

    Sol com algumas nuvens
    Quarta (10/03)
    Madrugada
    Manhã
    Tarde
    Noite

    Mín. 20° Máx. 35°

    Sol com algumas nuvens
    Ele1 - Criar site de notícias